Isto sou eu...nem mais nem menos, o eu que a realidade olha mas não vê!
29 de Novembro de 2007

   Como se não bastasse a nostalgia, esta música, deveras deprimente, não me sai da cabeça, portanto não ajuda muito, mas gosto imenso dela...apesar dos sentimentos de tristeza, e mais uma vez nostalgia, que me trás.

 

Forget me not i ask of you

Wherever your life takes you to

And if we never meet again

Think of me every now and then

 

We had just one day to recall

Now all i want is something more

Than just a fading memory

Left wondering what could have been

 

Isn't   it a shame that when timing's all wrong

You're doing what you 've never meant to 

There's always something that prevents you

Well i believe in fate it had to happen this way

But it always leaves me wondering whether

In another life we 'd be together

We should fell lucky we can say

We 've always got yesterday

 

And as i leave it all behind

You're still emblazoned in my mind

When for that special day

Nobody loved me in that way

 

Forget me not i ask of you

Wherever your life takes you to

And if we never meet again

Think of me every now and then

publicado por Luna às 21:38
sinto-me:
música: Forget me now - Lucie Silvas
28 de Novembro de 2007

   Penso que todos passam em alguns momentos da vida pela situação de conhecer uma pessoa há algum tempo e de em tempos ter tido uma boa relação de amizade com ela, que "acabou" de certa forma como consequência de caminhos diferentes que foram tomados. Talvez a palavra "acabar" não seja a melhor a aplicar porque  as amizades mesmo que estejam adormecidas durante algum tempo nunca acabam, como disse Cícero "A amizade começa onde termina ou quando conclui o interesse".

   Mas, a verdade, é que depois de algum tempo deixamos de conhecer as pessoas, mesmo que mantenhamos contacto através das tecnologias destinadas a tal estas não substituem o contacto pessoal, as conversas frente-a-frente, os olhares denunciadores de qualquer estado de espírito. O tempo deixa marcas nas relações que podem ser difíceis ou mesmo impossíveis de ultrapassar, as conversas em silêncio tornam-se incómodas, os assuntos de conversam passam a ser triviais, conversas sobre o tempo passam a ser uma constante. Mais do que tentar ultrapassar as pegadas que o tempo foi apagando, reaver uma amizade é mais um acto de criar uma nova, que pode ou não, mais cedo ou mais tarde, voltar a crescer.

 

Frase do dia: A verdadeira amizade chega quando o silêncio entre duas pessoas parece ameno.

publicado por Luna às 20:44
sinto-me:
música: Taking chances - Celine Dion
27 de Novembro de 2007

Posso te falar dos sonhos, das flores, de como a cidade mudou

Posso te falar do medo, do meu desejo, do meu amor

Posso falar da tarde que cai e aos poucos deixa ver no céu a lua

Que um dia eu te dei

 

Gosto de fechar os olhos, fugir do tempo, de me perder

Posso até perder a hora mas sei que já passou das seis

Sei que não há no mundo quem possa te dizer

Que não é tua a lua que eu te dei pra brilhar por onde você for

Me queira bem, durma bem meu amor

 

Posso falar da tarde que cai e aos poucos deixa ver no céu a lua

Que um dia eu te dei, pra brilhar por onde você for

Me queira bem, durma bem meu amor

 

publicado por Luna às 20:12
sinto-me: Telefonodependente! =P
música: Hate That I Love You - Rihanna & Ne-yo
25 de Novembro de 2007

   Ultimamente tenho andado cheia de trabalho, nem tenho tido tempo para publicar coisas novas no blog. Assim que posso faço uma pausa e de repente lembro-me "tenho de voltar ao estudo" olho para a secretária totalmente preenchida por livros, canetas, lápis, papéis e outros instrumentos que tais. Já não sei onde está o Tico e o Teco está farto de perguntar por ele, já fez chantagem emocional e tudo...Depois de muitas horas agarrada a estes instrumentos o meu cérebro começa a não conseguir distingui-los e dou por mim a tentar escrever com o a ponta do compasso ou a deitar fora a folha que demorei imenso tempo a preencher com as informações necessárias sem que nada importante me escapasse...É stressante!

   Enfim esperemos que na próxima semana possa voltar a ter algum descanso mas esta vai ser de gritos! Só de  pensar que amanhã é segunda feira já me está a dar sono...

 

Frase do Dia: "O único lugar onde sucesso vem antes de trabalho é no dicionário!" - Einstein

publicado por Luna às 19:48
sinto-me:
música: Quando a Chuva Passar - Ivete Sangalo
22 de Novembro de 2007

Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimento, basta ter coração. Precisa de saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaros, de sol, da lua, do canto dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

 

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja de todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objectivo deve ser o amigo. Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.

 

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações da infância. Precisa-se de um amigo para não enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.

 

Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo e chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.

 

(Vinícius de Moraes )

publicado por Luna às 15:22
sinto-me:
música: Mariah Carey - Hero
20 de Novembro de 2007

   Todos nós temos momentos na vida em que somos desiludidos ou desiludimos alguém, claro que eu não sou excepção à regra.

   Lembro-me de dois momentos em que desiludi alguém, e embora não fosse nada de muito grave me arrependi e pedi desculpa alguns minutos depois, não só por medo de perder a confiança das pessoas que desiludi mas também pelo peso que não me saía da consciência. Em contrapartida só me lembro de ter sofrido uma grande desilusão, esta desilusão foi provocada por alguém que toda a gente sabia ser uma pessoa com algumas lacunas em termos de moralidade, embora não tenha sido a própria a causa da desilusão, pois dela não esperava qualquer tipo de sentimento positivo, mas o facto de todos os que me conheciam como ninguém terem acreditado sem questionar em tudo o que lhes fora dito por alguém assumidamente sem carácter, das pessoas que considerava "amigos" é que não esperava nada tão baixo. Não estou, claro, dizer que foi a única desilusão, não estou a contar com as pequenas desilusões que acontecem no dia a dia que não são geralmente muito graves e se esquecem facilmente  cinco segundos depois.  

   Nunca tinha pensado no que está na base das desilusões ultimamente mas hoje voltei a pensar no assunto. As dúvidas continuam as mesmas, não mudou muita coisa na minha opinião desde a última vez que pensei nisso, e a minha grande dúvida é: Será que a culpa é do desiludido por ter depositado demasiada confiança em alguém e adoptou uma atitude mais ingénua ou optimista? Ou será que a culpa é de quem desilude porque traiu a confiança de alguém e desconhece o significado das palavras lealdade e sinceridade?

   Uma parte de mim prefere acreditar que a segunda hipótese é mais viável, a parte mais ingénua e optimista, acredita que um dia isso pode mudar através da lição que cada um tira dos próprios erros, sé é que aprendem de facto alguma coisa, e a desilusão deixe de ser uma coisa tão comum. A outra parte de mim, a mais racional e pessimista, acredita que o problema é o excesso de confiança que atribuímos aos outros facilitar o acontecimento de uma desilusão e que a solução é deixar de confiar tanto nas pessoas. A parte racional e pessimista acaba por perder a batalha contra a ingenuidade e a fé nas "crenças" morais da humanidade, resultado, mais uma desilusãosita para a colecção.

   Por muito que magoem estas desilusões até a "vítima" acaba por aprender sempre alguma coisa com cada desilusão. No meu caso, enquanto causadora da desilusão aprendi que a confiança que as pessoas têm em nós é preciosa, que a lealdade tem de ser uma constante em qualquer relação e as relações que valem mesmo a pena só podem ser sólidas se construídas numa base de sinceridade e lealdade. Enquanto vítima só aprendi a controlar melhor a quantidade de confiança que deposito nas pessoas.

   Qual será a resposta mais provável ???

 

Frase do Dia : If someone you love   hurts you cry a river , build a bridge and get over it "

publicado por Luna às 21:23
sinto-me: Chocolatra...
música: Plágio - Maria de Vasconcelos
18 de Novembro de 2007

   Antes de mais quero dizer que os comentários machistas/feministas me irritam um bocadinho, digamos que me irritam mesmo muito, mas hoje recebi uma mensagem à qual até achei alguma graça e não resisti a publicá-la...Ei-la:

 

5 SEGREDOS PARA UMA MULHER SER FELIZ:

 

1- É importante encontrar um homem que tenha um bom emprego.

 

2- É importante encontrar um homem que as faça rir.

 

3- É importante encontrar um homem que seja responsável e não minta.

 

4- É importante encontrar um homem que seja bom na cama e goste de sexo.

 

5- É extremamente importante que estes homens nunca se cruzem.

 

   A parte engraçada d história é que na verdade foi um homem que me mandou a sms , até pensei que pudesse ferir algumas susceptibilidades masculinas...mas não é essa a intenção, aliás tendo em conta que foi um homem a enviar-me a sms não deve ser assim tão grave, se fosse ele não mandava certo? LOL

 

  

publicado por Luna às 21:16
sinto-me:
música: Natasha Bedingfield - I Bruise Easily
16 de Novembro de 2007

   Estou rendida à campanha "Free Hugs"...como uma coisa tão simples pode melhorar o dia de alguém...Aqui fica um vídeo de uma campanha feita em Lisboa e o vídeo original do movimento para vos inspirar.  Para aderirem à campaha  "Free Hugs" basta visitarem o site oficial http://www.freehugscampaign.org/.

 

 
publicado por Luna às 18:20
sinto-me:
música: All The Same - Sick Puppies
15 de Novembro de 2007

   Há dias em que me apetece esconder do mundo, entrar num mundo que só eu conheço e onde ninguém me pode encontrar...é que sinceramente as pessoas têm direito a querer estar isoladas de tudo e todos por uns momentos e parece que o planeta Terra se está a tornar pequeno demais para isso...eu bem tento fugir mas encontro sempre alguém conhecido em todo o lado...

   Quero estar sozinha e aparece toda a gente...quero estar calada e todos querem ouvir o que tenho para dizer, mas a verdade é que nem sempre tenho alguma coisa a dizer! No entanto, naquelas alturas em que me apetece falar com alguém toda a gente desaparece....Começo a pensar que eu e o mundo nunca iremos ter nenhum tipo de sintonia entre nós...É inacreditável.

 

 

Frase do dia: "Sometimes i run,sometimes i hide, sometimes i'm scared of you but all i really want is to hold you tight, treat you right, be with you day and night...baby all i need is time" (retirada de uma letra da Britney Spears, isto até parece mal dizer...não tenho nada contra ela mas também não tenho nada a favor)

 

; )

publicado por Luna às 20:20
sinto-me:
música: Saudade - Pimentas do Reino
10 de Novembro de 2007

   Às vezes acontecem coisas nas nossas vidas que nos fazem ter uma necessidade de ser psicologicamente auto-suficientes, aprendemos a ideia de que "viemos ao mundo sozinhos e vamos partir sozinhos" que nos faz ter medo de  nos entregar às emoções para não ficarmos numa posição de vulnerabilidade. Embora esta auto-suficiência seja na maior parte dos casos positiva porque nos ajuda a "sobreviver" ao mundo real, pode provocar uma incapacidade de expressão. Passamos tanto tempo a esconder o que sentimos para construir uma imagem de força, coragem e estabilidade que se torna extremamente difícil a certa altura despir o personagem e correr riscos...

   As pessoas que nos rodeiam têm aquela ideia de indestrutibilidade que os faz deixar de se preocupar connosco e que torna ainda mais difícil admitir que não estamos assim tão bem. Sentimos que se o fizermos vamos ser vistos como "falhados". É o cair da máscara, que tem duas faces: passamos a poder ser nós próprios perante toda a gente e vamos ser "a pessoa que conseguiu ultrapassar as suas fraquezas" ou passamos a ser nós próprios e passamos a ser "a farsa", é passar de "aquela pessoa que se mantém firme e não se deixa magoar por pessoas que são só mais uma no mundo para ela" para "aquela pessoa que vale a pena destabilizar pelo gosto de a ver cair". O medo de passar a ser visto como o "Elo Fraco" imobiliza-nos e por muito que queiramos não conseguimos deixar de ser Auto-Suficientes, por vezes frios e distantes, não porque o somos de facto mas porque preferimos sofrer calados e longe de todos os olhares e possíveis julgamentos.

   Enfim, mostrar que não somos sempre fortes não é um acto de fraqueza mas um acto de coragem...Essa coragem é que eu gostava de saber onde se pode encontrar...

 

 

Frase do Dia: " Ter problemas na vida é inevitável, ser derrotado por eles é opcional"

publicado por Luna às 21:50
sinto-me:
música: So Small - Carrie Underwood
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
17
19
21
23
24
26
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
6 comentários
4 comentários
4 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Muito Bem!
A D. Célia está sempre à tua espera amor.É só apar...
vou. espera para ver! :)3 dias e lá estou eu
Dear princesa, Assim que deixares a Maria e a Mada...
É por isto que eu não me apaixono, não fui talhada...
Declarações a fazer: Estás bonita estás... x DPara...
O Renascimento p/ cada 1 d nós!Ainda bm k acontece...
tb ha km venha ler o k escreves a esta hora ps....
Acho muito bem que ele te faça esses sermões, mesm...
O mau humor cntg n tem lugar LOL És mais do tip...
blogs SAPO